ASBRAD

Associação Brasileira de Defesa da Mulher, da Infância e da Juventude

Plano de Trabalho – Projeto Gaia

PLANO DE TRABALHO

 

IDENTIFICAÇÃO DO SERVIÇO

 

SERVIÇO DE PROTEÇÃO SOCIAL A ADOLESCENTES EM CUMPRIMENTO DE MEDIDA SOCIOEDUCATIVA DE LIBERDADE ASSISTIDA (LA) E DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS A COMUNIDADE (PSC)

 

SERVIÇO DE MEDIDA SOCIOEDUCATIVA EM MEIO ABERTO

ASBRAD – PROJETO GAIA

 

1. Identificações

1.1. Nome da Instituição:

ASBRAD – Associação Brasileira de Defesa da Mulher, da Infância e da Juventude

 

1.2. Endereço: Rua Vera, 60 sede

Bairro: Picanço

CEP: 07096-020

Site: www.asbrad.org.br

E-mail da Instituição: asbradguarulhos@terra.com.br

Fone da Instituição: (11) 2408-6448 / 2409-9518

 

1.3. Vigência do mandato da diretoria atual: de 13/12/2017 até 12/12/2020

Nome da Representante Legal: Dalila Eugênia Maranhão Dias Figueiredo

RG: 5.641.479

CPF: 638.688.308-04

Fone: (11) 2408-5931 / 2408-5941

 

1.4. Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica –  Nº do CNPJ: 02.450.677/0001-57

Data de abertura do CNPJ:28/07/1998

Atividade econômica principal: 94.30-8-00 – Atividades de associações de defesa de direitos sociais.

Atividades econômicas secundárias: 94-93-6-00 – Atividades de organizações associativas ligadas a cultura e artes;

94.93-5-00 – Atividades associativas não especificadas anteriormente.

 

1.5. Identificação:

( X ) Atendimento

( X ) Assessoramento

( X ) Defesa e Garantia de Direitos

 

1.6. Certificação (não obrigatória) CEBAS

Vigência: 20/11/2020

Finalidade Estatutária:

Proteger e defender os direitos da mulher, da família, da maternidade, da infância, da adolescência e idosos

Oferecer assistência social, psicológica e jurídica gratuitamente;

Combater e denunciar os casos de violência em todos os âmbitos de convivência humana, em especial a exploração infanto-juvenil nas suas mais diversas modalidades, empreendendo a busca da responsabilização e punição de quem os violenta, abusa ou explora, com especial atenção aos casos de violência doméstica;

Mobilizar a sociedade para denunciar os casos de qualquer natureza, inclusive representando os seus assistidos em juízo ou fora deste;

Desenvolver programas de capacitação para geração de renda direcionado as mulheres advindas de famílias de baixa renda e/ou de risco social;

Prestar serviços assistenciais, implementando atendimento direto a adolescentes inseridos nas medidas sócio-educativas previstas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Estudo, combate, enfrentamento, diagnóstico, pesquisas e demais atividades voltadas aos problemas atinentes a grupos vulneráveis socialmente dentre eles migrantes, imigrantes, pessoas encarceradas, adolescentes, pessoas abusadas ou  exploradas sexualmente,vitimas do tráfico de pessoas para as mais diversas modalidades, vítimas do trabalho escravo ou trabalho forçado e outras formas de exploração incluindo o atendimento e encaminhamento que pessoas refugiadas para a rede de proteção

 

 

 

2. UNIDADE EXECUTORA:

2.1. Nome: ASBRAD – Associação Brasileira de Defesa da Mulher, da Infância e da Juventude

2.2. Endereço: Rua Antonio Abude, 142

Bairro: Jardim Barbosa

CEP: 07096-020

Fone da entidade executora: (11) 2408-6448 / 2409-9518

E-mail da unidade executora: asbradguarulhos@terra.com.br

Nº CNPJ: 02.450.677/0001-57

Data de Abertura do CNPJ:

CONTA BANCÁRIA PARA PARCERIA CONFORME DECLARAÇÃO ANEXA:

Banco: Banco do Brasil

Agência: 4770-8

Conta Corrente: 13.635-2

 

2.3. Imóvel onde funciona o Serviço é:

(  ) Próprio  ( X ) Cedido  (  ) Público  (  ) Particular  (   ) Alugado

 

2.4. A unidade executora fica aberta quantas horas por semana:

(  ) Até 20 horas  (  ) de 21 a 39 horas  () 40 horas  ( X ) Mais de 40 horas

(  ) Ininterrupto (24h/dia, 7 dias/semana)

 

2.5. Quais dias da semana a unidade executora funciona?

( x ) Segunda-feira  ( x ) Terça-feira  ( x ) Quarta-feira  ( x ) Quinta-feira  ( x ) Sexta-feira     ( x ) Sábado  (  ) Domingo

 

2.6. IDENTIFICAÇÃO DO SERVIÇO/PROGRAMA/BENEFÍCIO SOCIOASSISTENCIAL/ PROTEÇÃO

 

2.7. RESPONSÁVEIS:

 

PELA COORDENAÇÃO TÉCNICA E EXECUÇÃO:

Nome Completo: JANAINA CORREIA RODRIGUES

Número do Registro Profissional CRP: Nº 85891 5ª região

telefone para contato: (11) 4965-1617

E-mail: asbradguarulhos@terra.com.br

 

PELA PRESTAÇÃO DE CONTAS:

Nome Completo: Aurea Aparecida Ornelas Almeida

CPF:095.378.068-63

RG: 7.436.872-7 SSP/SP

Número do Registro Profissional:

Telefone para contato: (11) 4965-1617

Cel: (11) 96752-2858

E-mail: aurea_ornelas@hotmail.com

3 – DETALHAMENTO DO SERVIÇO

O Serviço de Medida Socioeducativa em meio aberto – Projeto GAIA – se propõe a oferecer atendimento humanizado  de acordo com o que preconiza  o ECA e o SINASE, aos adolescentes inseridos nas medidas socioeducativas em meio aberto de Liberdade Assistida e Prestação de Serviços à Comunidade, oferecendo atendimentos individuais e grupais,  incentivo a leitura, inclusão digital, preparação para inserção no mercado de trabalho, acesso a atividades de lazer e cultura, pautando-se no objetivo de propiciar reflexões sobre o contexto de vida e valores humanos, tendo como norteadora a premissa de rompimento com a pratica infracional.

No andamento deste processo visamos estimular nos atendidos o fortalecimento do vínculo familiar e comunitário, a diminuição do índice de reincidência, bem como dos índices de violência no município.

 

3.1 – OBJETIVO GERAL

            Promover atenção socioassistencial e acompanhamento a adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto de Liberdade Assistida e Prestação de Serviços à Comunidade, determinadas judicialmente, contribuindo para o acesso a direitos e para a ressignificação de valores na vida pessoal e social dos atendidos.

Os atendimentos priorizam o acolhimento do atendido e sua família com base na escuta qualificada, na identificação de suas qualidades e potencialidades e quanto a diminuição da reincidência, atuando no território onde essas pessoas controem suas vidas ,pacificando eventuais conflitos ,inclusive no que tange a recepção dessa pessoa na Escola

 

3.2 – OBJETIVOS ESPECÍFICOS

A partir da construção do Plano Individual de Atendimento, identificar as demandas e construir com o adolescente e  a família  um novo  projeto de vida, acompanhando permenentemente a evolução do caso;

Inserção dos atendidos em outros serviços e programas socioassistenciais e de políticas públicas setoriais, a partir da interlocução entre conveniada e CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social);

Criar condições para a construção/reconstrução de projetos de vida que visem a ruptura com a prática de ato infracional, fortalecendo a convivência familiar e comunitária, bem como possibilitar acesso e oportunidades para a ampliação do universo cultural e o desenvolvimento de habilidades e competências, como forma de inclusão social;

No caso da Prestação de Serviços a Comunidade, identificar os locais que se disponham como parceiros para a realização das atividades, possibilitando que o/a adolescente desenvolva seu aprendizado e reflita sobre as consequências do ato infracional praticado,para si e para outrens , incentivando capacidades cooperativas , sempre acompanhados pelo Orientador de referência, com o oferecimento de possibilidades diversas de Espaços de Capacitação a partir de QUATRO EIXOS: 1) Meio Ambiente; 2) Saúde e Qualidade de Vida; 3)Inclusão Social e Digital; 4) Expressão Artística e Cultural, entre outras possibilidades.

 

3.3 – USUÁRIOS

O Projeto GAIA atenderá 400 (quatrocentos) adolescentes, entre 12 e 18 anos, excepcionalmente até 21 anos de idade, de ambos os sexos, inseridos nas medidas socioeducativas Liberdade Assistida e Prestação de Serviços à Comunidade, bem como suas famílias. Ressaltamos que o número de atendidos citado acima sofrerá oscilações ao longo do ano, a depender das determinações judiciais.

 

3.4 – FUNCIONAMENTO

O Projeto GAIA atenderá os adolescentes de todo o município de Guarulhos e o horário de funcionamento será das 07h às 19h de segunda a sexta–feira e aos sábados das 07h30 as 12h30 com o objetivo de contemplar o acesso de todas as famílias conciliando com o horário dos adolescentes ou responsável que desenvolvem atividade laborativa.

            A permanência dos adolescentes nos atendimentos é variável de acordo com a atividade que será desenvolvida na ocasião, conforme atendimento individual ou em grupo e atividades externas, no entanto todos tem a obrigatoriedade de comparecer uma vez por semana para os atendimentos, salvo nos casos de comprovação de atividade laboral que não tenha sua anecessidade de horário contemplada conforme descrito no parágrafo acima; nestes casos os atendimentos se darão quinzenalmente.

Quanto as atividades da medida socioeducativa de Prestação de Serviços à Comunidade, estas se darão de forma coletiva e serão denominadas como Ações cidadãs e Oficinas.

As Oficinas ocorrem para a preparação dos materiais pedagógicos e /ou lúdicos que serão utilizados nos parceiros pelos adolescentes e nas Ações Cidadãs o Projeto GAIA busca no município locais que se disponibilizem como parceiros a fim de que ocorra a execução da medida de Prestação de Serviços à Comunidade e nelas  acontece o contato direto dos adolescentes nos parceiros através da entrega do material lúdico ou realização de atividade pontual e específica proposta pelo local.

A permanência do/a adolescente nas Ações Cidadãs alcançará aproximadamente 04hs tendo a supervisão do Orientador de referência e de um profissional do local. Diante disso, o adolescente terá a frequência semanal no Projeto GAIA intercalando as Oficinas com as Ações Cidadãs.

Será disponibilizado lanche para os adolescentes e famílias durante as atividades internas e externas.

 

3.5 – FORMAS DE ACESSO

                O adolescente após ser encaminhado pelo MM Juiz da Vara da Infância e Juventude de Guarulhos, deverá comparecer no Projeto GAIA na quarta-feira seguinte tendo em mãos o Termo Judicial e os documentos pessoais. Nessa ocasião, participará  da Interpretação da Medida, procedimento no qual é realizado o acolhimento do atendido e família, preenchimento de ficha cadastral e roda de conversa explicativa sobre o serviço e seu regimento interno, desenvolvimento da execução da medida, esclarecimento de dúvidas e agendamento para a semana seguinte.

Na data agendada, o Orientador irá elaborar o Plano Individual de Atendimento (PIA) em conjunto com o adolescente e seu responsável, devendo em seguida preparar relatório que deverá estar sob a apreciação judicial no período de 15 dias  Nesta ocasião inicia-se a construção do vínculo do adolescente, família e Orientador que é primordial para uma boa relação e um resultado positivo, levantando-se todas as demandas referentes ao caso, visando acionar os serviços da rede socioassistencial em articulação com o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).

Após essa etapa o adolescente e sua família seguirão no acompanhamento da medida socioeducativa e dos atores acionados, até alcançar o término do cumprimento desta. Ressaltamos que o CREAS é o órgão responsável por atuar com ações visando o fortalecimento do vínculo da família. Para tanto, realiza os encaminhamentos e inclui tal meta nas ações e programas desenvolvidos pelos Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), de acordo com a demanda levantada.

 

3.6 – UNIDADE

O Projeto Gaia contou com aporte de recursos e apoio técnico da Fundação Telefônica de 2005 a 2011, o que proporcionou inúmeras melhorias tanto na estrutura física do Projeto ,através da doação de um imóvel que foi incorparado  ao patrimônio público para a Prefeitura de Guarulhos, conforme Decreto nº 29.433, de 24 de novembro de 2011 e  outorga de permissão de uso a título precário para a ASBRAD/Projeto Gaia , quanto na capacitação dos/as profissionais com acompanhamento das mudanças legislativas além do compartilhamento de Boas Práticas  

O referido imóvel foi cedido com objetivo de promover a   execução das medidas socioeducativas em meio aberto de Liberdade Assistida e Pretação de Serviços a Comunidade bem como para a realização, permanente ,de Capacitação da equipe interdisciplinar

.

 

3.7 – ABRANGÊNCIA

O MSE – Projeto Gaia oferece atendimento a todo o município de Guarulhos. Tendo em vista a rotatividade da medida em meio aberto, nota-se que existe representatividade em todas as regiões do município, mediante isso, os adolescentes e famílias receberão atendimento de todas as unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) de acordo com a sua região de moradia.

 

4 – DESCRIÇÃO DAS ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS E RESULTADOS ESPERADOS

                A metodologia do trabalho e resultados esperados, bem como o cronograma de execução das atividades seguem descritos nos anexos I e II deste Plano de Trabalho.

 

4.1 – TRABALHO SOCIAL

O trabalho social desenvolvido no Projeto GAIA se dá através da entrada, permanência (execução da medida) e encerramento da medida.

As ações que compreendem este processo são: Acolhimento (Interpretação da Medida); Atendimentos individuais e em grupo com adolescentes e família; Atividades de Incentivo a Leitura; Visitas Domiciliares; Visitas externas a espaços de cultura e lazer; Ações Cidadãs (PSC) nos parceiros do município; Núcleo de Inclusão Digital e Oficina de Currículos com o objetivo de possibilitar ao adolescente em o acesso a ferramentas importantes para a inserção dos mesmos, tanto no mercado de trabalho como para um melhor rendimento escolar; Oficinas Culturais; Realização de Atividade esportiva como Futebol ou outras modalidades utilizando os espaços voltados ao esporte e lazer existentes no município.

No que diz respeito ao trabalho social voltado a articulação do serviço executor da medida socioeducativa com a rede socioassistencial citamos: as Reuniões de Equipe; Participação nas Audiências de Advertência; Participação nas Reuniões Ordinárias dos Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e da Assistência Social (CMAS) e representação com colaboradores da equipe nestes conselhos; Realização de visitas da equipe técnica aos serviços da rede socioassistencial como CREAS, CRAS, Conselhos Tutelares, Rede de Saúde e Educação para matriciamento e estreitamento das relações; Participação nas Conferências Municipais da Assistência Social e da Criança e do Adolescente; Articulação permanente com a equipe técnica do CREAS (Centro de Referência especializado da Assistência Social); Visita de monitoramento com representantes da Divisão de Monitoramento da Assistência Social de Guarulhos; Visita de fiscalização do meritíssimo Juiz da Vara da Infância e Juventude de Guarulhos, do Promotor do Ministério Público, Defensoria Pública e seus assistentes.

Destacamos que atendemos adolescentes em situação de risco que em casos específicos necessitam ser recambiados como medida de proteção, daí a necessidade de recurso para o custeio com a passagem, alimentação e estadia para o referido e o acompanhante.

 

5 – RESULTADOS ESPERADOS

– DOS USUÁRIOS

Adolescentes e Familiares  Acolhidos  com demandas identificadas através da escuta qualificada  tendo  , através da atuação da equipe interdisciplinar, proporcionado o desenvolvimento do protagonismo do adolescente bem como proporcionado novas experiências para além das já vividas na comunidade onde reside 

 Sucesso no desenvolvivento de uma convivência sadia com família, escola e a  comunidade, além do bom relacionamento  com os profissionais do Projeto GAIA e com  os outros adolescentes, com a definitiva  ruptura do ato infracional, levando a uma mudança de paradigma 

 Desenvolvimento do respeito e do diálogo nas relações,  tendo sucesso na valorização do conhecimento dos espaços de cultura, lazer e equipamentos da rede de serviços socioasistenciais antes desconhecidos, permitindo  a interação com os parceiros através da medida socioeducativa de Prestação de Serviços à Comunidade

Sucesso no reconhecimento de suas qualidades e habilidades, tendo sido incentivada   a leitura, garantido o   espaço para a reflexão de diversos temas e propiciado o desenvolvimento do senso de criticidade, havendo o  reconhecimento de seus direitos , deveres ,princípios éticos e  de cidadania.

 

6 – MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO

AÇÕES

INDICADORES

MEIOS DE VERIFICAÇÃO

-Fortalecimento dos Vínculos Familiares e Comunitários

– participação de pais e/ou responsáveis aos atendimentos individuais; participação de pais e/ou responsáveis nas atividades grupais e espaços da família; número de inserção na rede de  ensino; número de participações nas atividades; números de adolescentes inseridos no mercado de trabalho e profissionalização.

 

– freqüência nas atividades desenvolvidaas; Visitas Domiciliares; (no início e no final da medida e nas intercorrências); Articulação com Instituições da Comunidade; Contatos com Escolas, declaração e frequência escolar.

-Redução da reincidência da prática do ato infracional

– Adesão à medida socioeducativa; número de participações de adolescente nas atividades desenvolvidas; número de adolescentes inseridos e freqüentes na escola; diminuição no número de adolescentes reinternados

– atendimentos individuais; grupos de adolescentes; participação nas atividades diversas

– Redução do ciclo da violência

– número de adolescentes que aderem à medida; envolvimento familiar no cumprimento da medida; número de adolescentes que descumprem a medida;

– atendimentos individuais; participação nas atividades; Visitas Domiciliares; (no início e no final da medida e nas intercorrências); Avaliações de encerramento.

Reuniões mensais da Coordenação do Serviço com a diretoria da organização social

– número de adolescentes atendidos; novas parcerias; instrumentais de acompanhamento; subsídio técnico para possível implementação serviço; despesas diretas com o objeto de intervenção;

– demonstrativo mensal; ampliação do trabalho junto ao adolescente/família;

 

Acompanhamento do Departamento Técnico de Monitoramento e Avaliação (DTMA) da Secretaria de Assistência Social e Cidadania

 

– Supervisão da Diretorias Regionais de Assistência e Desenvolvimento Social (DRADS)

 

– Correição  – fiscalização feita pelo MM Juiz da Vara da Infância e da Juventude

 

– Fiscalização Ministério Público

– número de adolescentes atendidos; número de adolescentes por faixa etária de 12 a 15 anos e de 16 a 18 anos; número de adolescentes por sexo; percentual de adolescentes com frequência e desempenho escolar satisfatório; percentual de visitas domiciliares realizadas; percentual de adolescentes com Plano Individual de Atendimento; percentual de adolescentes nas oficinas; percentual de adolescentes que iniciaram a capacitação ou aprendizagem profissional; percentual de adolescentes que retornaram à escola; atendimento a adolescentes com deficiência; percentual de pais e/ou familiares frequentes nos atendimentos; percentual de famílias inseridas em programas de transferência de renda; percentual de adolescentes que foram desligados – percentual de reincidência em ato infracional; número de adolescentes inseridos no sistema de educação: ensino fundamental I; fundamental II; ensino médio; ensino superior; educação de jovens e adultos (EJA); fora do sistema de educação; número de adolescentes que estão trabalhando: no mercado formal; mercado informal; inseridos em programa de aprendizagem (Lei do Aprendiz); não trabalham;

 

– Também serão observadas tais metas:

Meta parcialmente satisfatória: 70% a 80%

Meta insatisfatória: inferior a 70%

Percentual de adolescentes e jovens freqüentes nas oficinas

Meta satisfatória esperada: superior a 90%

Meta parcialmente satisfatória: 80% a 90%

Meta insatisfatória: inferior a 80%

Percentual de usuários com  PIA

Meta satisfatória esperada: 100%

Meta parcialmente satisfatória: 90% a 99%

Meta insatisfatória: inferior a 90%

Percentual médio de adolescentes inseridos no ensino regular

Meta satisfatória esperada: superior a 80%

Meta parcialmente satisfatória: 70% a 80%

Meta insatisfatória: inferior a 70%

Percentual de adolescentes e jovens encaminhados para capacitação ou aprendizagem profissional

Meta satisfatória esperada: superior a 50%

Meta parcialmente satisfatória: 30% a 50%

Meta insatisfatória: inferior a 30%

Percentual de pais ou responsáveis que participaram do trabalho

Meta satisfatória esperada: superior a 90%

Meta parcialmente satisfatória: 70% a 90%

Meta insatisfatória: inferior a 70%

Percentual de famílias que receberam visitas domiciliares

Meta satisfatória esperada: superior a 90%

Meta parcialmente satisfatória: 80% a 90%

Meta insatisfatória: inferior a 80%

-Relatório Avaliativo semestral e anual;

– Relação de Atendidos (mensal);

-Prestação de Contas FUMCAD

– demonstrativo mensal;

– atas de reunião (semanal);

– verificação de pastas; (mensal);

-Prestação de contas DRADS

 

 

7 – RECURSOS HUMANOS

Função

 

Formação

Carga horaria semanal

Vínculo

Financiador

01 Coordenador (a)

Superior completo na área de humanas

40 horas

CLT

FMAS Municipal/Estadual

01 Assitente Social

Superior completo

30 horas

CLT

FMAS Municipal/Estadual

01 Psicologo (a)

Superior completo

30 horas

CLT

FMAS Municipal/Estadual

01 Assistente de coord.administrativa

Ensino Médio Completo ou cursando Superior

40 horas

CLT

FMAS Municipal/Estadual

20 Orientadores

Superior completo na área de: psicologia, assistente social ou pedagogia

30 horas

CLT

FMAS Municipal/Estadual

01 Monitor de informatica

Ensino Médio com cursos na área de Informática

40 horas

CLT

FMAS Municipal/Estadual

02 Auxiliares Administrativos

Ensino Médio Completo

40 horas

CLT

FMAS Municipal/Estadual

01 Oficineiro (a)

Ensino Médio Completo

30 horas

CLT

FMAS Municipal/Estadual

01 Motorista

Ensino Médio Completo

40 horas

CLT

FMAS Municipal/Estadual

02 Auxiliares de serviços gerais

Ensino Fundamental Completo

40 horas

CLT

FMAS Municipal/Estadual

Nota:

1- O quadro dos Recursos Humanos indicando à atribuição segue descrito no anexo III deste documento.

2- Os orientadores poderão atuar na execução de ambas as medidas, respeitando a demanda de encaminhamentos da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Guarulhos.

No que tange ao Orientador (a), pela experiência acumulada da equipe interdisciplinar do Projeto GAIA, submetemos a apreciação da Equipe Técnica da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, a possibilidade de  continuarmos com profissionais que perfaçam a carga horária de 06 (seis) horas semanais, visto que a Instituição reconhece a complexidade da atuação destes no acompanhamento direto das demandas dos atendidos e suas famílias, muitas vezes se colocando em situação de impactos emocionais fortes e significativos, por isso preza pela manutenção da saúde mental de seus funcionários.

 As observações acima estão pautadas na experiência desta Instituição na execução da medida socioeducativa ao longo de 15 anos de trabalho com profissionais qualificados para prestação do serviço, bem como com resultados assertivos alcançados através do formato descrito. As atribuições que competem a cada cargo serão detalhadas na apresentação do Plano de Trabalho.

 

8 – PLANO DE APLICAÇÃO DOS RECURSOS:

 

8.1. Plano de Aplicação dos Recursos:

Quantidade de vagas solicitadas: 400

Valor do Projeto: R$ 119.120,00 / mês, sendo: R$ 45.920,00 (recursos Estadual) e R$ 73.200,00 (recursos Municipais).

Valor Total – R$ 1.429.440,00 / ano sendo: R$ 551.040,00 (recursos Estadual) e R$ 878.400,00 (recursos Municipais).

 

JANEIRO A DEZEMBRO 2019

FMAS

ASBRAD

Recursos Humanos

87.729,69

0,00

Material de Higiene/Limpeza e Outros

3.000,00

0,00

Material de Escritório e Serviços Gráficos

1.500,00

0,00

Material para Inclusão Produtiva

600,00

0,00

Alimentação (Lanche)

1.600,00

0,00

Gás

180,00

0,00

Telefone + Internet Banda Larga + TV por Assinatura + Hospedagem do Site

3.000,00

0,00

Conta de Água + Conta de Energia Elétrica

0,00

0,00

Utensílio Doméstico

300,00

0,00

Combustível

800,00

0,00

Assessoria Contábil

2.000,00

0,00

Imóvel

0,00

1.800.000,00

Carro

1.496,00

14.000,00

Manutenção do Imóvel

1.896,00

1.800,00

Medicina do Trabalho

600,00

0,00

Transporte

1.300,00

0,00

Locação de Veículos

1.500,00

0,00

Outros

11.618,31

0,00

TOTAL MENSAL

119.120,00

1.815.800,00

 

RECURSOS HUMANOS (janeiro à dezembro 2019)

FMAS

ASBRAD

01 Cordenador (a)

4.800,00

0,00

01 Assistente Social

2.809,63

0,00

01 Psicologo

2.809,63

0,00

01 Assistente de coordenação administratrativa

4.035,00

0,00

20 Orientadores

59.820,00

0,00

01 Monitor de informatica

2.745,00

0,00

02 Auxiliar administrativo

4.186,00

0,00

01 Oficineiro

2.254,43

0,00

01 Motorista

1.842,00

0,00

02 Auxiliar de Serviços Gerais

2.428,00

0,00

Nota: Neste item (Recursos humanos) já estão calculados o seguinte; salários, FGTS, Darf (PIS e IR) e GPS

 

JANEIRO À DEZEMBRO DE 2019

FMAS

ASBRAD

Material de Higiene e Limpeza:

Copos descartáveis diversos, colher e garfos descartáveis, filtro de papel, luva de cozinha, papel higiênico, papel toalha, pratos descartáveis, plástico PVC, sabonetes diversos, sacos para pipoca, sacos para sanduíche, água sanitária, álcool, bacia plástica, prendedor de roupas, varal, balde, cesto de lixo, desentupidor de pia, desinfetante, desodorizador de ambientes, detergente líquido, escova de limpeza, lã de aço, esponja, flanela, inseticida, limpa vidros, limpador com brilho, limpador desengordurante, limpador multiuso, lustra móveis, pá plástica, pano de chão, pano de prato, pano de pia, pedra sanitária, removedor, rodinho de pia, sabão em pedra, sabão em pó, sacos de lixo, sapólio, vassoura sintética, vassoura de pelo.

36.000,00

0,00

Material de Escritório e Serviços Gráficos:

Canetas diversas, lápis diversos, borracha, cola, pastas diversas, sulfites branca e colorida, postit, grampeador, clips, visor e etiquetas de pastas suspensas, cartolina, papéis diversos, EVA, tesouras, sacos plásticos, marca texto, extrator de grampos, fichas pautadas, durex, envelopes, CD-virgem, cartuchos, tôner, régua, grampo plástico, cadernos, corretivo, percevejos, apagador para quadro branco, tinta recarregável para quadro branco, perfurador, almofada para carimbo, umedecedor de dedos, fita crepe, calculadora, folha para flip-chart, suporte para durex, quadros de avisos, caixa arquivo morto, mouse, teclado, barbante, pilhas, baterias, fita colante auto-adesiva, dupla face, fita banana, pen drive, cracha, tonner, cartuchos para impressora, pael fotografico, papel canson, colorset, caixas para arquivo, etiquetas, capa e contra capas, espiral,

18.000,00

0,00

Material para Inclusão Produtiva:

Massas e moldes para biscuit, imã, olhos e acessórios, miçangas e acessórios, estilete, pistolas de cola quente, bastão de silicone para cola quente, tinta para artesanato, barbante, agulhas diversas, lã, argila, porta-recados, feltro e tecido, isopor, palitos, arame, material em MDF, terminais e miniterminais, argolas, alfinetes, contrapinos, entremeios, fechos, correntes, fios, tulipas, base pingente, pingentes, hastes, base para brincos e tarrachas, separadores, extensores, conta, elos, canutilhos, miçangas, conduítes, tips, arame de fio de cabo e fio de aço, contas de cerâmica, resina, cabide, sementes, pedras e cascalhos, pérolas, fixador ou fixball, peças de acrílico, strass, muranos, tiras de couro e camurça sintética, tear de madeira, fios de nylon, fios de silicone, alicate bico redondo, alicate bico chato, alicante de corte, fita métrica, adesivos, pastilhas de vidro, torques, peças em cerâmica/ vasinhos, linhas diversas, cortador para patch work, placa para corte tecido, agulhas para máquinas de costuras, manutenção para máquinas, tecidos para patch work, plumante, botões, cola silicone, papel termo colante, fitas e apliques de resina, placa de corte para patch work, régua para patch work, pérolas colante, fitas de em tecido, tesouras para tecidos, tesouras de arremate, rejunte para mosaico, alicate corte mosaico com roldanas, azulejos decorados, cola cascoux extra forte, ferramentas para jardinagem

7.200,00

0,00

Alimentação – Gêneros alimentícios em geral

19.200,00

0,00

Imóvel

0,00

1.400.000,00

Carro

17.952,00

15.000,00

Manutenção do Imóvel

22.752,00

1.800,00

Outros:

Gás, telefone, internet banda larga, TV por assinatura, hospedagem em site, manutenção de site, conta de água, conta de energia elétrica, utensílios domésticos diversos, combustível, assessoria contábil, ingressos para passeios e atividades culturais, auditoria externa, consultoria técnica, despesas com taxas bancárias (TED, DOC, microfilme de cheques, tarifa de manutenção de conta), despesas com correios diversas, despesas com cartório diversas, manutenção de equipamentos eletroeletrônicos, manutenção elétrica/ hidráulica/ portões automáticos/ impressoras/ computadores/ máquinas de costuras/ forno industrial, chaveiros, Vale-Transporte Municipal de Intermunicipal, ticket alimentação e refeição, troca de carga e testes em extintores, sinalização de acessibilidade.

237.579,72

0,00

Locação de Veículos:

Para transporte das assistidas e funcionários(as) para realização de atividades externas.

18.000,00

0,00

 

 

 

RECURSOS HUMANOS de jan/2019 a dez/2019

 

 

01 Cordenador (a)

57.600,00

0,00

01 Assistente Social

33.715,56

0,00

01 Psicologo (a)

33.715,56

0,00

01 Assistente de coordenação administratrativa

48.420,00

0,00

20 Orientadores

717.840,00

0,00

01 Monitor de informatica

32.940,00

0,00

02 Auxiliar administrativo

50.232,00

0,00

01 Oficineiro (a)

27.053,16

 

01 Motorista

22.104,00

0,00

02 Auxiliar de Serviços Gerais

29.136,00

0,00

 

 

MATERIAL PERMANENTE:

Para a execução do Plano de Trabalho contamos com: 3 salas de orientadores; 1 recepção, 1 sala de administração; 1 salão para atividades grupais; 4 salas de atendimento; 4 banheiros; 1 cozinha; 1 sala da coordenação; 1 sala de atividades do Núcleo de Inclusão Digital e 1 sala para oficina de áudio e vídeo.

Quanto aos recursos matérias disponíveis temos: 43 mesas; 69 cadeiras; 08 mesas plásticas com 66 cadeiras para as atividades com adolescentes e famílias; 18 computadores (sendo 06 notebooks); 10 impressoras; 1 data show; 1 televisão; 06 ventiladores; 1 aparelho de som e 2 rádios portáteis; 1 aparelho de DVD; 2 máquinas fotográficas digitais e 4 filmadoras.

 

Despesa com Material de Consumo –

       Compra de materiais para higiene e limpeza;

       Compra de materiais de escritório e serviços graficos;

       Compra de material para inclusão produtiva;

       Compra de produtos alimentícios;

       Aquisição de gáz (GLP);

       Compra de materiais pedagogicos;

       Pagamento de contas de telefone, Internet, tv por assinatura, hosdedagem de site, paginas na internet ;

       Aquisição de utensilios domesticos;

       Pagamento de combustivel (para veículo proprio);

       Pagamento de material e serviços para manutenção do imóvel;

       Pagamento de material e mão de obra para manutenção do veículo;

       Pagamento de transportes para locomoção dos atendidos e funcionários em atividades externas;

       Outros: Ingressos para passeios e visitas monitoradas, pagamento de assessoria contábil, Auditoria Externa, consultoria técnica, despesas com taxas bancárias, TED, DOC, Microfilmagem de cheque, tarifa de manutenção de conta, despesas com correios (despesas com aerograma, sedex 10, sedex convencional, carta simples, selo, telegrama, carta registrada), despesas com cartório (reconhecimento de firma, cópia autenticada, reconhecimento de assinatura, autenticação, manutenção de equipamentos eletroeletrônicos, manutenção elétrica e hidráulica, manutenção de portão automático, manutenção de impressoras, computadores e fax, manutenção de móveis em geral (mesas, cadeiras, armários, gavetas, prateleiras, domínio e hospedagem do site, assinatura de gibis e revistas, renovação do certificado digital, ingressos para atividades culturais como: exposições, teatro, cinemas, etc., adaptador, cabo de força para HD e fonte para PC, materiais elétricos, antivírus do provedor empresarial, impressos para utilização no Serviço, cópias colorida e preto, pagamento de taxas para obtenção de documentos pessoais, fotografia para documentos e revelação de fotos.

 

Despesas com Recursos Humanos

       Pagamento de salário;

       Vale transportes;

       Ticket alimentação e refeição

       Sindicatos

       Exames medicos – admissional e demissional

       Férias e 13º salaries

       FGTS, DARF (PIS e IR) e GPS

 

09 – SUBSCRIÇÃO

 

 

 

Guarulhos, 04 de Dezembro de 2018

 

 

 

 

 

Dalila Eugenia Maranhão Dias Figueiredo

Presidente

 

 

 

 

 

 

Janaina Correia Rodrigues

Responsável Técnico

 

 

 

 

 

 

Aurea Aparecida Ornelas Almeida

Responsável pela Prestação de Contas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *